Loading...
Festas 2017-07-04T18:51:42+00:00

O bairro de Santa Olímpia possui algumas festas em seu calendário. A mais famosa é, com certeza, a Festa da
Polenta, que ocorre anualmente no penúltimo final de semana do mês de julho. Além dessa, há a festa da
Cucagna, que ocorre nas terças-feiras de carnaval, a Festa da Imigração, sempre realizada em novembro e o
Mercadìn de Nadal.

A Festa da Polenta

Todos os anos, o Bairro Santa Olímpia promove a tradicional Festa da Polenta, que comemora a imigração
trentina para a cidade de Piracicaba. Iniciada em 1992 para festejar o centenário da imigração trentina à
Piracicaba, a festa foi repetida em 1993 e somente em 1999 teve sua terceira edição, na comemoração do novo
salão paroquial. Com auxílio da prefeitura municipal de Piracicaba, a festa continuou anualmente e torna-se
cada vez mais popular, principalmente pela alegria que contagia a todos os seus participantes.
Com o reconhecimento da Prefeitura Municipal de Piracicaba, esta fez com que a animada festa tirolesa
entrasse no calendário oficial das festas culturais da cidade. Muitos dos visitantes e turistas de várias partes do
Brasil participam da festa com o objetivo de apreciar a cultura trentino-tirolesa do bairro. Assim, a Festa da
Polenta propicia, através das apresentações de corais e danças folclóricas do próprio bairro, um final de semana
muito animado para seus visitantes.
Além de visitar a festa, é possível conhecer mais sobre a história de Santa Olímpia, através do Centro Histórico-
Cultural e dos monumentos e obras existentes no bairro (igreja histórica, via sacra, gruta, etc). Também são
realizados a eleição e o desfile da Rainha e Embaixatriz da Festa da Polenta.
A grandiosa festa, que reúne cerca de 15 mil pessoas, conta com várias atrações gastronômicas. Preparada pelas
mammas e nonas do bairro, a polenta con crauti (polenta acompanhada de chucrute, speck e lingüiça), é a
especialidade da festa e são vendidas milhares.
Também são encontrados demais pratos tradicionais da cozinha trentina/tirolesa, como canederle ou knödel
(nhoques de pão com lingüiça e especiarias, servidos em uma sopa de frango), a polenta con cucagna (fritada de
ovos com tomates, lingüiça, bacon e queijo) o strangola pretti (nhoques verdes), polenta frita, salsichão, os
deliciosos gròstoi (pasteiszinhos doces), entre outros pratos típicos; também são servidas porções. Todas as
especialidades podem ser acompanhadas por boa cerveja, mas os destaques vão para os ótimos vinhos tintos,
vinho de laranja e a grappa (destilado da casca da uva), todos de fabricação local.
Além disso, no porão da casa sede, é montada uma aconchegante cafeteria trentina na qual são servidos vários
tipos de bebidas quentes, como cappuccino, chocolate quente e café expresso além de alguns tipos de chás. Para
acompanhar as bebidas, as moradoras do bairro preparam pães e bolos caseiros. Cada ano, um grupo musical
encanta os visitantes da cafeteria tornando o ambiente muito mais agradável.
Sempre realizada no penúltimo final de semana do mês de Julho, a Festa da Polenta esquenta o frio do inverno e
anualmente tem atraído maior número de visitantes. Muitos descendentes trentinos de outros estados também
visitam com freqüência a animada festa tirolesa. Com muita animação, música típica, boa comida, danças
folclóricas e a famosa hospitalidade trentina, a festa é a maior atração do Bairro Santa Olímpia e uma das
maiores da cidade de Piracicaba.

Festa da Cucagna

No Carnaval, toda a comunidade de Santa Olímpia participa da tradicional Festa della Cucagna, que acontece somente na terça-feira de Carnaval. O nome cucagna é uma expressão do dialeto trentino para indicar um estado de êxtase, onde há fartura, onde não há miséria, mas muita alegria; também é o nome de um prato típico muito saboroso, que é servido na festa.

A folia tem início às 11:00 horas da manhã, com um desfile muito animado pelo bairro. Mas esse desfile não é feito com carros alegóricos ou fantasias luxuosas… na Festa da Cucagna ele é feito sob banhos de água e lama! Passando pelas ruas do bairro, atravessando terrenos e até um riacho, a caravana segue sempre cantando e quem a segue não pode ficar “limpinho”. Essa forma diferente e muito divertida de comemorar o carnaval segue com a folia até as 17:00 horas, quando então será servida a polenta acompanhada da cucagna (fritada de ovos com tomates, lingüiça, bacon e queijo), servidas gratuitamente aos moradores. Após a farta refeição, tem início o Baile de Carnaval na praça central de Santa Olímpia, que segue animadíssimo. Com muita música ao vivo, a folia continua até a meia noite em ponto, onde então, é interrompida em respeito ao período da Quaresma que se inicia, como assim manda a tradição religiosa do bairro.

Sempre realizada na terça-feira de Carnaval, a Festa da Cucagna é diversão garantida para todos os participantes!

Festa da Imigração

No ano de 2012 comemorou o aniversário de 120 anos de fundação do bairro Santa Olímpia. As festividades tiveram início no dia 20 de novembro com um procissão religiosa que partiu do Monumento Eucarístico até a igreja Imaculada Conceição, durante a procissão os imigrantes foram homenageados e para relembrar a chegada a Fazenda Santa Olímpia, jovens se revezaram carregando o baú de madeira usado na viagem dos patriarcas. As festividades também marcaram a inauguração do Campanário Maria Imaculada, que contou com a presença de autoridades e convidados da Província Autonoma di Trento.

Todo ano, durante o mês de novembro são realizadas diversas manifestações culturais para comemorar o aniversário de fundação do bairro Santa Olímpia.

O Museu

Em 1892, os imigrantes compraram a Fazenda Santa Olímpia, em Piracicaba. Mas só em 1921 a família Stenico construiu a primeira casa do bairro com arquitetura colonial e traços tiroleses. Há mais de dez anos, a Associação de Santa Olímpia comprou o imóvel, que será e restaurado e transformado em museu. Móveis como uma cama e um berço, além de um baú de madeira usado para transportar a bagagem no navio, integram o patrimônio.

Mercadìn de Nadal

Nos moldes dos mercadinhos natalinos nos alpes europeus, o visitante pode encontrar produto e enfeites natalinos tiroleses, produtos coloniais (vinhos, licores, cerveja, geleias, mel, compostas, pães e bolos caseiros), produtos em madeira, patchwork, tricô, crochê, dentre outros tipos de artesanato), além da apresentação de corais.

Além da feira natalina os visitantes podem apreciar nestes dias, as saborosas opções na  pizzaria, na cafeteria,  nas lanchonetes e restaurantes dos Bairros Santa Olímpia e Santana, que compõem a colônia tirolesa de Piracicaba.

 

Saiba mais

Os bairros  irmãos Santa Olímpia e Santana, na cidade de Piracicaba, revezam a realização do evento, um ano é promovido na praça de Santa Olímpia e no ano seguinte na praça de Santana, em épocas natalinas, isto reflete a união e a harmonia entre as comunidades…um pequeno pedaço do Trentino no Brasil.