Loading...
O Bairro 2017-07-04T18:52:50+00:00

Santa Olímpia

A

colônia de Santa Olímpia, na cidade de Piracicaba, é um pequeno pedaço do Trentino no Brasil. Fundado por imigrantes tiroleses no final do século XIX, o bairro mantém hoje viva a memória e as tradições dos pioneiros, através do folclore, da gastronomia, das festas típicas e do modo de viver e falar de seus moradores.

A primeira impressão de alguém que chega ao pequeno bairro rural de Santa Olímpia é a de ter encontrado em meio ao verde da paisagem uma pequena aldeia de montanha: uma igreja central, rodeada por uma ampla e tranqüila praça, enfeitada com belas flores e verdes árvores; logo ao lado é possível ver as pequenas e estreitas ruas, como aquelas das aldeias europeias, com janelas e portas que dão diretamente para a rua.

Esta bela e romântica aparência também reflete o modo de viver de seus habitantes, gente simples e muito alegre, que mantém em terras paulistas a sinceridade e hospitalidades dos tiroleses.

A belíssima Igreja central, em honra à Imaculada Conceição, garante à paisagem um aspecto de aldeia medieval, fazendo do bairro um cartão postal para o visitante. Junto à praça é possível ouvir entre uma conversa e outra o dialeto ítalo-tirolês, ainda falado pelos habitantes do local, e não apenas pelos mais velhos, mas também por alguns jovens e crianças, preservando com muita estima a língua de seus antepassados.

Outra característica de seus habitantes é a profunda religiosidade católica, sinal de amor e gratidão pelos benefícios que os imigrantes tiroleses encontraram no Brasil.

Símbolo de Santa Olímpia

A borboleta foi símbolo da comunidade durante as comemorações do 1º Centenário da Fundação do Bairro Santa Olímpia, em 20 de novembro de 1992, caracterizando a “terra mãe”, pois o mapa geográfico da Povíncia Autonoma di Trento é semelhante a uma borboleta, e representa a saída das famílias de Trento em busca de uma nova vida para seus filhos e futuras gerações. As cores, por sua vez, simbolizam as cores das bandeiras das nações que fizeram ou fazem parte do sonho dos primeiros fundadores; Áustria (vermelha e branca), Itália (verde, branca e vermelha), Trento (azul e amarelo) e Brasil (verde, amarelo, azul e branco).